Lâmpadas de LED: conheça os benefícios e economize na conta de luz

8

Saiba como o LED pode influenciar no consumo de energia e veja as melhores opções para substituir a lâmpada da sua casa

O consumo de energia é reduzido com as lâmpadas de LED
O consumo de energia é reduzido com as lâmpadas de LED

As lâmpadas de LED são uma boa opção para quem busca economia na conta de luz. Este corte de gastos é possível, principalmente, porque consumo de energia mensal é consideravelmente reduzido quando a iluminação incandescente ou fluorescente é substituída pelo LED.

Outro benefício entre as principais características das lâmpadas de LED é a vida útil. Enquanto a luz incandescente dura em torno de mil horas e a fluorescente por volta de 10 mil, o LED é capaz de funcionar perfeitamente por até 50 mil horas – assim reduzindo custos com eventuais trocas de lâmpadas.

Além disso, o LED tem preços competitivos atualmente. É possível encontrar o produto sendo vendido por valores inferiores a R$ 10, preço similar ao da lâmpada fluorescente, por exemplo.

Os modelos de lâmpada LED

PAR e AR: estes modelos são os mais recomendados para substuir as lâmpadas halógenas. Sem a utilização de mercúrio, o produto garante eficiência no gasto de energia e consequente economia no consumo.

Dicróica: melhor opção quando as lâmpadas halógenas são utilizadas para fins decorativos. Também é uma boa escolha para complementar a iluminação das partes internas do espaço em que é utilizada.

Tube: este modelo é ideal para espaços comerciais, como indústrias e escritórios. É o que apresenta, em média, os preços mais elevados, mas compensa no design mais facilmente adaptável aos diferentes tipos de ambientes.

Comparação de consumo de energia

A diferença no consumo energético entre as opções de iluminação pode ser percebida no gasto a cada hora. Uma lâmpada incandescente de 60W, por exemplo, consome a mesma energia que uma luminária LED de apenas 4,5W. Isso representa uma economia de 55,5W a cada hora.

O uso das lâmpadas fluorescentes é um pouco mais econômico se comparado ao das incandescentes, mas, ainda assim, consome em quantidades muito superiores ao gasto energético do LED. Uma luz tubular fluorescente com 40W, por exemplo, proporciona o mesmo consumo de lâmpadas de LED que trabalham com 18W. A troca de um modelo pelo outro é capaz de proporcionar uma economia de 55,5W por hora.

 

Fonte: Economia IG Link http://economia.ig.com.br/2016-06-24/lampadas-led.html